O melhor plano é estudar aqui!
0800 031 2103
31 8488-7050
Comissão Própria de Avaliação

Comissão Própria de Avaliação - CPA


O que é a Comissão Própria de Avaliação (CPA)?
No ano de 2004 o Governo Federal regulamentou o artigo 9º, incisos VI, VIII e IX da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei 9394/1996). Para tal regulamentação foi instituído, através da Lei 10.861, de 14 de abril daquele ano, o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES).

Ato contínuo, no mesmo ano, o Ministério da Educação, através da Portaria MEC nº 2051, regulamentou como seriam os procedimentos de avaliação do SINAES. Essa portaria, em relação à CPA, determina que:

“Art. 7o As Comissões Próprias de Avaliação (CPAs), previstas no Art. 11 da Lei no 10.861, de 14 de abril de 2004, e constituídas no âmbito de cada instituição de educação superior, terão por atribuição a coordenação dos processos internos de avaliação da instituição, de sistematização e de prestação das informações solicitadas pelo INEP.

§ 1o As CPAs atuarão com autonomia em relação a conselhos e demais órgãos colegiados existentes na instituição de educação superior;

§ 2o A forma de composição, a duração do mandato de seus membros, a dinâmica de funcionamento e a especificação de atribuições da CPA deverão ser objeto de regulamentação própria, a ser aprovada pelo órgão colegiado máximo de cada instituição de educação superior, observando-se as seguintes diretrizes:

I - necessária participação de todos os segmentos da comunidade acadêmica (docente, discente e técnico-administrativo) e de representantes da sociedade civil organizada, ficando vedada à existência de maioria absoluta por parte de qualquer um dos segmentos representados;

II - ampla divulgação de sua composição e de todas as suas atividades.

Art. 8o As atividades de avaliação serão realizadas devendo contemplar a análise global e integrada do conjunto de dimensões, estruturas, relações, compromisso social, atividades, finalidades e responsabilidades sociais da instituição de educação superior” (BRASIL, 2004).

Em função de tal regulamentação as Faculdades Promove instituiu sua Comissão Própria de Avaliação (CPA), responsável pela avaliação interna da mesma.

O que a CPA faz?
Conforme previsto na Lei 10.861, e na Portaria MEC 2051/2004, a avaliação das Instituições de Ensino Superior é efetuada interna e externamente. É tarefa da CPA coordenar os processos internos de avaliação da Instituição, e de sistematizar e prestar informações solicitadas pelo INEP.

A avaliação interna, também denominada de auto-avaliação, tem a função diagnóstica dos processos da Instituição. Esse procedimento permite identificar se as práticas estão alcançando os objetivos propostos, bem como permite a correção de omissões e/ou equívocos que podem estar acontecendo, para que se possa evitá-los no futuro.

>> Clique aqui para baixar a Autoavaliação Institucional 2015 das Faculdade Infórium de Tecnologia, Faculdade Promove de Minas Gerais e Faculdade Promove de Belo Horizonte.

>> Clique aqui para baixar a Autoavaliação Institucional 2017 das Faculdade Infórium de Tecnologia, Faculdade Promove de Minas Gerais e Faculdade Promove de Belo Horizonte.

>> Clique aqui para baixar a Proposta de cronograma da CPA 2016/2017.

>> Clique aqui para baixar a Proposta de cronograma da CPA 2017/2018.

>> Clique aqui para baixar o Regimento da Comissão Própria de Avaliação.

>> Clique aqui para baixar a Portaria da Diretoria Geral.